Desempenho do crédito rural nos primeiros 30 dias do Plano Safra 2020/2021 supera as expectativas

Dados da Secretaria de Política Agrícola mostram que os cerca de R$ 24 bilhões de reais contratados no primeiro mês do Plano Safra representam 50% a mais que o mesmo período do ano passado

audio/mpeg 06-08-2020_BOLETIM_CRÉDITO RURAL - PLANO SAFRA 2020-2021.mp3 — 2310 KB

Duração: 1m38s




Transcrição

O desempenho do crédito rural nos primeiros 30 dias do Plano Safra 2020/2021 superou as expectativas, mostrando que o setor do Agronegócio está descolado da crise da economia em decorrência da pandemia do coronavírus. 

 

Os números divulgados no Balanço de Financiamento Agropecuário da Safra 2020/2021pela Secretaria de Política Agrícola mostram que os cerca de R$ 24 bilhões de reais contratados no primeiro mês do Plano Safra representam 50% a mais que o mesmo período do ano passado.

 

 

De acordo com a avaliação, observa-se crescimento em todas as modalidades de financiamento. O destaque mais significativo foi o aumento de 110% nos financiamentos de investimento, sendo contratados mais de R$ 5bilhões de reais. São os investimentos em infraestrutura produtiva que asseguram a sustentabilidade da atividade ao longo do tempo.

 

 

O crédito de custeio também teve alta de 39%, com R$ 15 bilhões de reais contratados, indicativo de grande motivação dos agricultores para o cultivo da safra que se inicia.

 

 Seca de R$ 1 bilhão e 800 mil reais em empréstimos foram destinados à comercialização, 17% de aumento em relação a igual período da safra passada.

 

Os financiamentos para a Industrialização também tiveram desempenho favorável, com alta de 69%, representando R$ 2 bilhões de reais.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília