Governo federal recupera cerca de R$ 57 milhões do auxílio emergencial pagos indevidamente

Por meio do site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br, 64.337 pessoas emitiram Guias de Recolhimento da União para restituir valores

audio/mpeg 08-07-2020_BOLETIM_AUXÍLIO EMERGENCIAL DEVOLUÇÕES.mp3 — 2043 KB

Duração: 1m27s




Transcrição

O Governo Federal recuperou, até o dia 3 de julho deste ano cerca de R$ 57 milhões de reais pagos a pessoas que não se enquadravam nos critérios para recebimento do Auxílio Emergencial. 

 

 

Por meio do site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br, 64.337 pessoas emitiram Guias de Recolhimento da União para restituir valores pagos indevidamente. 

 

 

Desse total, 24.057 foram militares, que somaram Mais de R$ 15 milhões de reias em devoluções.

 

Desde o início do processo de gestão da concessão do Auxílio Emergencial, os mecanismos de transparência, gestão, fiscalização e controle tiveram tanta atenção do Governo Federal quanto os esforços para localizar os brasileiros que de fato precisavam dos recursos.

 

 

O ministro  Cidadania , onyx Lorenzoni , explica que para  ampliar a transparência da ação , foram assinados acordos de cooperação com a Controladoria-Geral da Uniãoe com o Tribunal de Contas da União para que os recursos cheguem a quem realmente precisa do benefício.

 

Entre os resultados desse compromisso está a divulgação pelo Portal da Transparência da relação de todos que receberam o Auxílio Emergencial, onde é possível fazer pesquisa por estado, município, mês de pagamento, nome e CPF.