Ministério da Saúde garante mais R$ 120 milhões a mais por ano para Atenção Primária

O dinheiro vai beneficiar municípios com menores índices de desenvolvimento humano para compra de medicamentos e insumos

audio/mpeg 09-01-20 - AMERICA MELO - RECURSO SAUDE.mp3 — 2339 KB

Duração: 1m14s




Transcrição

Municípios com menores índices de desenvolvimento humano terão maior volume de recursos para compra de medicamentos e insumos oferecidos na Atenção Primária do SUS, o Sistema Único de Saúde.

 

Com esse ajuste no valor, haverá um aumento de aproximadamente R$ 98 milhões de reais por ano do Governo Federal.

 

Estados e municípios vão repassar R$ 11 milhões e 200 mil reais a mais, cada, em função da atualização da população.

 

 

Com isso, os municípios vão contar com um total de R$ 120 milhões de reais a mais por ano.

 

A mudança proposta pelo Ministério da Saúde e pactuada com Estados, Municípios e Distrito Federal foi publicada em dezembro de 2019.

 

O valor para o repasse, por meio do Componente Básico da Assistência Farmacêutica, da parte que compete à União, foi redefinido de acordo com o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal.

 

Agora, o recurso passa a variar entre R$ 5 reais e 85 centavos e R$ 6 reais e 5 centavos por pessoa/ano, a depender do grupo de desenvolvimento humano a que o município pertence.