CNJ lança Painel do Sistema Eletrônico de Execução Unificada

Objetivo é ampliar a transparência no acesso a dados sobre a execução penal no Brasil.

audio/mpeg 09-02-21 - É NOTICIA - CNJ PAINEL - LUCIANO - 1m25s.mp3 — 1205 KB

Duração: 1m25s




Transcrição

Com o objetivo de ampliar a transparência no acesso a dados sobre a execução penal no Brasil, o Conselho Nacional de Justiça lançou nesta terça-feira o Painel do Sistema Eletrônico de Execução Unificada.

 

A plataforma apresenta o volume de processos de execução penal em 30 tribunais de justiça e tribunais regionais federais, totalizando 1,2 milhão de processos tramitando em tempo real.

 

A expectativa é de que o número chegue a até dois milhões de processos com a inclusão dos dados dos tribunais de Justiça de São Paulo e Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, assim como com a finalização na implantação do sistema que está sendo realizada em outras Cortes.

 

O painel permite a combinação de filtros para análise de variáveis, incluindo tipos de regime e de penas em execução, motivos da condenação, gênero e faixa etária, com diferentes recortes geográficos.

 

São mais de 716 mil pessoas cumprindo penas privativas de liberdade, em regime aberto, fechado ou semiaberto.

 

Há ainda dados inéditos sobre o cumprimento de penas alternativas e seus diferentes tipos. Para saber mais acesse: www.cnj.jus.br.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.