Governo federal aprimora acesso aos direitos humanos de imigrantes venezuelanos

Pessoas com maior vulnerabilidade como crianças, adolescentes e indígenas são o foco do aperfeiçoamento das ações direcionadas ao acolhimento e à integração.

audio/mpeg 10-02-21 - É NOTICIA MINIST MULHER IMIGRANTES - ADALTON - 1m21s.mp3 — 1168 KB

Duração: 1m21s




Transcrição

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos quer aprimorar o acesso aos direitos humanos de imigrantes venezuelanos.

 

Pessoas com maior vulnerabilidade como crianças, adolescentes e indígenas são o foco do aperfeiçoamento das ações direcionadas ao acolhimento e à integração.

 

O assunto foi tema de encontro onde foi apresentado o diagnóstico da situação atual na fronteira e nos abrigos mantidos pela Operação Acolhida em Roraima e Manaus.

 

Além disso, foi debatido também o planejamento de medidas de fortalecimento da proteção dos direitos humanos dos imigrantes atendidos pela iniciativa. Em especial, foram incluídos na pauta os grupos em situação de maior vulnerabilidade como crianças, adolescentes e indígenas.

 

O Subcomitê Federal de Interiorização, coordenado pelo Ministério da Cidadania, é responsável pelo processo de aprovação da transferência dos imigrantes das cidades de fronteira: Pacaraima e Roraima para outros estados brasileiros.

 

Essa é a principal estratégia do governo brasileiro para promover a inclusão socioeconômica daqueles que chegam.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.