Brasil e Reino Unido se unem para reforçar o combate à pirataria

Nesta primeira fase, o objetivo é combater a comercialização de vacinas falsificadas contra o coronavírus.

audio/mpeg 11-05-2021_BOLETIM_COMBATE À PIRATARIA .mp3 — 1332 KB

Duração: 57s




Transcrição

A Secretaria nacional do Consumidor assinou um memorando de entendimento com o Escritório de Propriedade Intelectual do Reino Unido para reforçar o combate à pirataria e esclarecer a população sobre os perigos e prejuízos gerados por produtos pirateados.

Nesta primeira fase, o objetivo é combater a comercialização de vacinas falsificadas contra o coronavírus.

A cooperação vai reforçar a campanha “Vacina Pirata, Não!”, lançada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no início deste ano.

A Senacon possui um e-mail exclusivo para receber denúncias de ofertas irregulares, que podem ser enviadas por meio do endereço eletrônico vacinapiratacncp@mj.gov.br.

A contribuição é importante para que a ação contra a pirataria seja rápida e eficaz.