Governo Federal cria agência para melhorar gestão de museus

Agência Brasileira de Museus (Abram) vai substituir Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)

audio/mpeg 11-09-18 - ROSAMELIA DE ABREU - ABRAM - VAL 14-09.mp3 — 1986 KB

Duração: 1m24s




Transcrição

Duas medidas provisórias assinadas nesta segunda-feira (10) vão mudar o modelo de gestão e a governança dos museus brasileiros.

A principal novidade é a criação da Agência Brasileira de Museus (Abram), que vai substituir o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

A ABRAM será responsável por desenvolver e executar programas e ações que viabilizem a preservação, a promoção e a sustentabilidade dos museus brasileiros.

O objetivo é aumentar a capacidade de captação de recursos públicos e privados, por meio de parcerias com entidades nacionais e internacionais.

A agência também será responsável por implementar ações de segurança e proteção de acervos com medidas para conservação, reforma e reconstrução de instalações existentes.

A ABRAM vai funcionar da mesma forma que o “Sistema S”, formado pelo SEBRAE, SESI, SENAI, SENAC.

Ou seja, será vinculada à Administração Pública, com flexibilidade do setor privado, mas com obrigação de prestação de contas de órgãos públicos.