Pista principal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, será a primeira da América Latina a contar com a tecnologia EMAS

Trata-se de uma estrutura que cria uma nova área de escape com blocos de concreto que se deformam quando uma aeronave ultrapassa o limite final da pista.

audio/mpeg 12-02-2021_BOLETIM_AEROPORTO DE CONGONHAS - TECNOLOGIA EMAS.mp3 — 1426 KB

Duração: 1m01s




Transcrição

A pista principal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, será a primeira da América Latina a contar com a tecnologia EMAS, estrutura que cria uma nova área de escape com blocos de concreto que se deformam quando uma aeronave ultrapassa o limite final da pista. 

 

A obra, que trará mais segurança às operações, será viabilizada com recursos do Governo Federal. 

 

O investimento de cerca de R$ 122  milhões de reais é será  feito pela Infraero, que administra o aeroporto de Congonhas.

 

O EMAS é uma tecnologia que permite ampliar a segurança operacional em aeroportos com limitações de espaço físico. O sistema  é utilizado  para desacelerar aeronaves que ultrapassam o fim da pista por meio do esmagamento de blocos de concreto.

 

O planejamento da Infraero prevê que a obra seja executada em 16 meses.