Defesa Civil repassa R$ 2,9 milhões para cinco municípios atingidos por desastres naturais

Os recursos serão usados para a aquisição de cestas básicas, kits de higiene pessoal, de limpeza, colchões e combustível, entre outros.

audio/mpeg 12-03-2021_BOLETIM_RECONHECIMENTO SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA.mp3 — 2332 KB

Duração: 1m39s




Transcrição

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil está repassando R$ 2,9 milhões para cinco municípios atingidos por desastres naturais. 

 

Desse total, R$ 2,8 milhões são destinados a cidades que sofrem com inundações no Acre e no Amazonas. 

 

O maior volume de recursos será para Eirunepé, no Amazonas, que vai receber R$ 1 milhão 850 mil. 

 

Os outros repasses para municípios atingidos por inundações são para Acre: Porto Walter terá cerca de R$ 515 mil e Rodrigues Alves, com R$ 446 mil.

 

Os municípios vão utilizar os recursos para a aquisição de cestas básicas, kits de higiene pessoal, de limpeza, colchões e combustível, entre outros. Antes desse repasse, o governo federal já havia liberado mais de  R$ 12  milhões para que o estado enfrentasse a situação causada pelas fortes chuvas.

 

Afetadas por chuvas intensas, Aripuanã em Mato Grosso, e Soledade de Minas, em Minas Gerais, também serão beneficiadas. A primeira vai adquirir colchões para distribuir entre a população, e a segunda cidade investirá na reconstrução de galerias pluviais.

 

Para solicitar os recursos federais para ações de Defesa Civil, estados e municípios devem, primeiro, decretar situação de emergência ou estado de calamidade pública e, em seguida, solicitar o reconhecimento federal ao Ministério do Desenvolvimento Regional .