Governo Federal vai instalar polos tecnológicos de inovação agropecuária

O primeiro polo será em Londrina, no Paraná

audio/mpeg 12-04-19 - ROSAMELIA - POLO TECNOLOGICOS - VAL 14-04.mp3 — 2129 KB

Duração: 1m30s




Transcrição

Londrina, no Paraná, será a primeira cidade brasileira a receber um polo tecnológico de inovação agropecuária.

A iniciativa é uma parceria entre os Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações .

A meta é instalar outros 12 polos tecnológicos em outras partes do país

O objetivo é que os polos contribuam para aprimorar o ambiente de inovação tecnológica, criando mais condições para que empresas, startups e universidades façam interação com o campo e proporcionem resultados mais rápidos e precisos para a agropecuária.

O diretor de Inovação do Ministério da Agricultura, Luís Cláudio França, o Brasil possui tecnologias de ponta no campo, mas ainda não exporta essa expertise para outros países.

A ideia, segundo o diretor, é identificar em vários estados locais com vocação tecnológica e proximidade com instituições universitárias para implantar os demais polos de inovação agropecuária.

Os polos vão atrair universitários para trabalhar com as novas tecnologias para a produção rural.