Fiocruz inicia produção do IFA para as vacinas da Covid-19

A produção com o IFA nacional é resultado de um acordo de transferência de tecnologia entre a Fiocruz e o consórcio formado pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

audio/mpeg 12-05-2021_BOLETIM_IFA NACIONAL.mp3 — 1357 KB

Duração: 58s




Transcrição

A Fiocruz, Fundação Oswaldo Cruz, deve começar, em 15 de maio, a fabricar a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca/Oxford utilizando o IFA, ingrediente farmacêutico ativo, totalmente produzido no Brasil.

A ação acaba com a necessidade de importação da matéria-prima para a fabricação de um imunizante.

A previsão foi feita pelo vice-presidente da Fiocruz, Mario Moreira. A fundação está em condições de produzir o IFA e já obteve a certificação de boas práticas pela Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A produção com o IFA nacional é resultado de um acordo de transferência de tecnologia entre a Fiocruz e o consórcio formado pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. Até o momento, as doses produzidas ainda dependem de IFA importado da China.

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília