Acordos assinados em 2019 pela AGU vão recuperar R$1,3 bilhão para os cofres públicos nos próximos cinco anos

É o maior valor já registrado pelo Departamento de Patrimônio Público e Probidade da AGU que atua nos casos.

audio/mpeg 13-02-20 - MARCIA DIAS -ACORDOS AGU.mp3 — 1503 KB

Duração: 1m04s




Transcrição

Mais de 600 acordos assinados em 2019 pela AGU, com autores de irregularidades vão garantir a recuperação de R$1,3 bilhão  para os cofres públicos nos próximos cinco anos.

 

É o maior valor já registrado pelo Departamento de Patrimônio Público e Probidade da AGU que atua nos casos.

 

No total, foram 607 conciliações. A maior parte dos casos envolve condenados pelo Tribunal de Contas da União

e pela Justiça Eleitoral.

 

No caso da Corte de Contas, são gestores públicos que não comprovam o uso correto de verba federal recebida para investir em educação e saúde, por exemplo.

 

No caso da Justiça Eleitoral, são candidatos ou partidos punidos por irregularidades nas prestações de contas.

 

Mais de 90% dos casos já estavam na Justiça. As negociações com a companhia foram feitas ao longo de 2019 e deram fim a ações judiciais que se arrastavam há 15 anos.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Márcia Dias.