Cresce número de munícipios com bolsas do Prouni para cursos a distância

audio/mpeg 13-06-19 - ROSAMELIA - ENSINO A DISTANCIA VAL 17-06.mp3 — 3150 KB

Duração: 1m40s




Transcrição

O número de municípios com oferta de bolsas de estudo para cursos a distância por meio do Programa Universidade Para Todos (ProUni) subiu 39% no segundo semestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018. O número subiu de 667 para 926.

A Educação a Distância (EaD) é, muitas vezes, a única opção de acesso ao ensino superior, em municípios onde não há oferta de cursos presenciais.

O número total de bolsas para cursos a distância no programa também cresceu no período. De acordo com a lei que criou o ProUni, a oferta de bolsas, seja EaD ou presencial, deve ser proporcional a quantidade de cursos ofertados nas instituições de educação superior. A cada 10,7 estudantes pagantes, uma vaga deve ser oferecida gratuitamente por meio do programa.

No segundo semestre de 2018 eram 40 mil e 109 bolsas de cursos a distância; na segunda edição do programa neste ano atingiu 41 mil 763.

O crescimento se deve ao aumento nas bolsas integrais, destinadas a estudantes que comprovem renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.