Ministério da Mulher divulga números de discriminação racial recebidos pelo Disque 100

Em 2018 foram recebidas 615 denúncias. No ranking proporcional de registros, o estado do Espírito Santo aparece em primeiro lugar

audio/mpeg 13-06-19 - SUZETTE - DISCRIMINAÇÃO RACIAL - VAL 14-06.mp3 — 2175 KB

Duração: 1m09s




Transcrição

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) divulgou nesta quarta-feira dia 12, os números referentes à discriminação racial recebidos pelo Disque 100 (Disque Direitos Humanos). No contexto do balanço anual, em 2018 foram recebidas 615 denúncias.

No ranking proporcional de registros, o estado do Espírito Santo aparece em primeiro lugar, com 0,31 denúncias por 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (com 48 denúncias, sendo 0,29 a cada 100 mil habitantes), Acre (0,25 a cada 100 mil moradores), Rio Grande do Sul (0,23) e Bahia (0,22).

A secretária Sandra Terena, da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), destaca que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem um compromisso com os povos tradicionais.

De acordo com a secretária, uma das áreas em que a Secretaria tem atuado é na promoção de boas práticas em educação afrodescendente e indígena.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon