Lançado projeto Político Pedagógico para Zona Costeira e Marinha

Elaborado com a participação do Ibama e outras instituições ambientais, o documento traz um diagnóstico socioambiental para as áreas e cerca de 300 ações socioeducativas, que serão realizadas até 2023.

audio/mpeg 1305-2021_ZONA COSTEIRA.mp3 — 1700 KB

Duração: 1m42s




Transcrição

A Zona Costeira e Marinha brasileira vai contar com um importante instrumento para implementação de políticas públicas, o projeto Político Pedagógico para Zona Costeira e Marinha do Brasil.

Elaborado com a participação do Ibama, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, e outras instituições ambientais, o documento traz um diagnóstico socioambiental para as áreas e cerca de 300 ações socioeducativas, que serão realizadas até 2023.

Lançado neste mês, após 18 meses de trabalho que foi concluído em fevereiro deste ano, o projeto político-pedagógico para a Zona Costeira e Marinha do Brasil foi elaborado com a participação do Ministério do Meio Ambiente, Ibama; ICMBIo, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade; Articulação Nacional de Políticas Públicas de Educação Ambiental, além de outras instituições parceiras, como a Cooperação Alemã.

A coordenação dessa política é do Projeto Terra Mar e do Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas.

O projeto é destinado à ações de educação ambiental e capacitação, com o foco no uso sustentável e conservação da biodiversidade.

Os Núcleos de Educação Ambiental costeiros do Ibama articulam atividades em seus polos para capacitar multiplicadores em temas como sustentabilidade e conservação da biodiversidade.

A Zona Costeira e Marinha do Brasil abrange importantes canais de circulação para transporte, comércio e pesca, além da exploração de petróleo.


Da Rede Nacional de Rádio em Brasília