Vacinas pediátricas da Pfizer começam a chegar aos estados

As doses passaram por um processo rigoroso de controle de qualidade e temperatura, além da análise pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde no Centro de Distribuição do ministério da Saúde em Guarulhos, São Paulo, antes de serem distribuídas.

audio/mpeg 14-01-22 - É NOTÍCIA - VACINACAO COVID CRIANCAS.mp3 — 1146 KB

Duração: 1m14s




Transcrição

As primeiras 1,2 milhão de doses de vacinas Covid-19 pediátricas da Pfizer devem começar a chegar aos estados e Distrito Federal nesta sexta-feira (14).

 

As doses passaram por um processo rigoroso de controle de qualidade e temperatura, além da análise pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde no Centro de Distribuição do ministério da Saúde em Guarulhos, São Paulo, antes de serem distribuídas.

 

A distribuição para todas as unidades da Federação segue o critério populacional, ou seja, é proporcional ao quantitativo de crianças por unidade federativa.

 

De acordo com a recomendação do Ministério da Saúde, a vacinação de crianças de 5 a 11 anos não é obrigatória e deve seguir ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e com deficiências permanentes. Para a imunização desse público será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da Pasta é para que os pais procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização.

 

Da Rede Nacional de rádio em Brasília