Brasil e a Dinamarca assinam acordo de cooperação para desenvolvimento de um sistema de classificação de pacientes brasileiros

Cooperação terá duração de três anos e prevê medidas para aperfeiçoar o sistema de financiamento da atenção especializada em saúde e reduzir custos,

audio/mpeg 14-09-2020_BOLETIM_BRASIL-DINAMARCA SAÚDE.mp3 — 2256 KB

Duração: 1m36s




Transcrição

O Brasil e a Dinamarca assinaram a segunda etapa do acordo de cooperação para desenvolvimento de um sistema de classificação de pacientes brasileiros. 

 

Essa cooperação terá duração de três anos e prevê medidas para aperfeiçoar o sistema de financiamento da atenção especializada em saúde e reduzir custos, somando-se aos esforços do Ministério da Saúde na melhoria da gestão do Sistema Único de Saúde, integração do prontuário eletrônico e atendimento à população. 

 

 

No início desta  semana, o Ministério da Saúde vai publicar um edital para seleção interna dos profissionais que vão atuar com o Grupo de Diagnósticos Relacionados do SUS. 

 

Entre outras especialidades, estão previstas vagas para economistas, estatísticos, médicos, enfermeiros e equipes de Tecnologia da Informação .

 

O acordo prevê o aprimoramento do uso dos dados de saúde para melhorar o acesso da população a serviços de saúde de qualidade. 

 

Esse aprimoramento será baseado na construção de um sistema de classificação de pacientes pela metodologia e  o aperfeiçoamento da transformação digital em saúde. 

 

A metodologia possibilita medir  a performance dos hospitais e a realização de análises comparativas entre os serviços de saúde disponíveis no SUS.

 

A implantação do sistema vai permitir uma distribuição de recursos mais igualitária baseada em dados, otimizando os recursos disponíveis ao SUS e qualificando os serviços prestados à população brasileira.