Taxa de ocupação de leitos de UTI cai no Brasil

Segundo boletim da Fiocruz, nenhum estado brasileiro apresenta taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no SUS superior a 90%.

audio/mpeg 15-07-2021-BOLETIM COVID FIOCRUZ 1.mp3 — 1334 KB

Duração: 1m17s




Transcrição

edição do Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz publicada nesta quarta-feira (14/7) destaca que, pela primeira vez desde o início de dezembro de 2020, nenhum estado brasileiro  apresenta taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos no SUS superior a 90%. 

 

A tendência de queda nos indicadores de incidência e mortalidade por Covid-19 foi mantida nesta última Semana Epidemiológica , de 4 a 10 de julho, pela terceira vez consecutiva. 

 

O número de casos e de óbitos vem caindo há três semanas em cerca de 2% ao dia, mas ainda permanece em alto patamar. A taxa de letalidade foi mantida em torno de 3%, percentual considerado elevado.

 

O estudo também sinaliza que a tendência de redução das taxas de ocupação de leitos é um reflexo da nova fase da epidemia no país. 

 

Apenas quatro estados da Região Norte , Rondônia, Amazonas, Pará e Tocantins, e Goiás apresentaram crescimento no indicador de ocupação de leitos. Tendências de queda na taxa foram observadas no Nordeste, Sudeste, Sul e no Mato Grosso do Sul

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília