Serviços da Carteira de Trabalho Digital já foram acessados mais de 200 milhões de vezes

Os acessos virtuais foram tanto por meio do aplicativo quanto do portal gov.br/trabalho

audio/mpeg 15-09-20 ADALTO GOUVEIA CARTEIRA DE TRABALHO DIGITAL.mp3 — 1227 KB

Duração: 1m42s




Transcrição

Os serviços da Carteira de Trabalho Digital já foram acessados mais de duzentos milhões de vezes de janeiro de 2019 até agora.

Deste total, 192 milhões ocorreram em 2020. Os acessos virtuais foram tanto por meio do aplicativo quanto do portal gov.br/trabalho.

Desde o seu lançamento 18 milhões de trabalhadores já baixaram o aplicativo em seus telefones e tablets.

O maior número de downloads - 16 milhões - foi por aparelhos que usam o sistema Android. No total entre dispositivos móveis e web, já foram mais 23 milhões de trabalhadores beneficiados.

O serviço permite ao trabalhador acompanhar os registros de sua vida laboral, nas bases governamentais, inclusive naquelas que já estavam registradas na Carteira de Trabalho em papel.

Além disso, também é possível fazer a requisição do seguro-desemprego on-line.

De março, quando começou a pandemia do coronavírus no Brasil, até a primeira quinzena de agosto, dos 3 milhões e 900 mil requerimentos, 67% foram por meios eletrônicos - aplicativo e site.

A apresentação de recurso contra eventual indeferimento do seguro-desemprego, o acompanhamento do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e do Abono Salarial também podem ser feitos por meio da Carteira de Trabalho Digital