Antecipação de pagamento de concessões de ferrovias garante R$5,1 bilhões à União

Os recursos são referentes a antecipação parcial das concessões da Malha Paulista e da Ferrovia Norte-Sul

audio/mpeg 16-09-2020_BOLETIM_FERROVIAS.mp3 — 1930 KB

Duração: 1m22s




Transcrição

O Ministério da Infraestrutura vai receber R$ 5 bilhões e cem milhões de reais referentes a antecipação parcial das concessões da Malha Paulista e dos ramos central e sul da Ferrovia Norte-Sul. 

 

O acordo para o pagamento foi fechado pela ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres, com a empresa logística Rumo.

 

De acordo com o ministro da  Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a antecipação do pagamento demonstra a confiança da iniciativa privada no projeto ferroviário do Governo Federal.

 

O ministro também afirmou que o dinheiro chega em um momento oportuno já que crescem os gastos nas áreas da saúde e da assistência social provocados pela Covid-19. 

 

 

Com pagamento, parte significativa das parcelas devidas foram quitadas com antecedência. 

 

No caso da Malha Paulista, foram pagas 70 de um total de 154 parcelas, somando R$ 2 bilhões 820 milhões de reais. 

 

 

Já em relação à Ferrovia Norte-Sul, foram adiantadas 59 das 115 parcelas que totalizam R$ 2 bilhões 270 milhões de reais. O cálculo do parcelamento levou em conta apenas o valor presente das parcelas antecipadas, sem concessão de desconto.