Número de brasileiros sindicalizados registrou a menor taxa desde 2012, segundo o IBGE

O dado faz parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, sobre o mercado de trabalho.

audio/mpeg 18-12-19 - JOSE CARLOS - SINDICATOS PESQUISA.mp3 — 3049 KB

Duração: 1m18s




Transcrição

O número de brasileiros sindicalizados registrou a menor taxa desde 2012, quando foi iniciada a pesquisa desse dado.

 

Em 2018, das mais de 92 milhões de pessoas ocupadas, apenas cerca de 11 milhões estavam associadas a algum sindicato.

 

Esse número corresponde a 12,5% .

 

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e fazem parte da PNAD, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, sobre o mercado de trabalho.


A maior taxa de sindicalização em 2018 ocorreu entre trabalhadores do setor público, com 25,7%.

 

Já entre os trabalhadores do setor privado com carteira assinada, a taxa foi de 16%.

 

Todas as categorias tiveram redução na taxa de sindicalização na série história.

 

A maior queda foi a de empregador, que passou de 15,6%, em 2017, para 12,3% , em 2018.

 

Em todos os níveis de instrução houve queda na taxa de sindicalização, mas quanto maior o nível de instrução, maior era a taxa de sindicalização.


Mais informações estão disponíveis no site ibge.gov.br