Governo vai acompanhar saúde de profissionais que trabalharam em Brumadinho-MG

Segundo o Ministério da Saúde, o estudo vai avaliar doenças que estejam relacionadas diretamente ao desastre, como a contaminação por metais pesados e leptospirose.

audio/mpeg 19-02-19 - SUZETTE CALDERON - GOVERNO BRUMADINHO - VAL 19-02.mp3 — 1745 KB

Duração: 1:14s




Transcrição

O governo federal vai acompanhar a saúde dos profissionais que trabalharam no resgate das vítimas da região de Brumadinho-MG. De acordo com o porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, os cerca de mil profissionais que trabalharam nas ações de resgate e de busca serão acompanhados pelos próximos 20 anos.

 

Segundo o Ministério da Saúde, o estudo vai avaliar doenças que estejam relacionadas diretamente ao desastre, como a contaminação por metais pesados e leptospirose. O acompanhamento será direcionado aos profissionais dos Bombeiros de diversos estados, da Força Nacional de Segurança, da Defesa Civil, do Ibama e de outros órgãos regionais que participaram dos resgates.

 

Para atender a população da região, o governo de Minas Gerais vai contar com R$ 196,1 milhões de recursos adicionais para ampliar o atendimento em suas unidades de saúde públicas. O valor qualificará a assistência no estado e também fortalecerá as ações de vigilância em saúde em 18 municípios atingidos pelo rompimento.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Suzette Calderon