Anatel bloqueia 37 mil celulares em Goiás e no Distrito Federal

O programa Celular Legal da Anatel combate o uso de aparelhos piratas, como os roubados, sem certificação ou adulterados

audio/mpeg 21-05-18 - É NOTÍCIA - SERGIO VIEIRA - CELULARES IRREGULARES - VAL 23-05 - 1M 09S.mp3 — 2168 KB

Duração: 1'09"




Transcrição

Chega a 37 mil o número de celulares piratas bloqueados no Distrito Federal e em Goiás.

Os aparelhos irregulares são aqueles sem certificação ou adulterados, que podem causar riscos aos consumidores e problemas nas transmissões.

É para fortalecer o combate a celulares adulterados, roubados ou extraviados.

Além disso, busca inibir o uso de aparelhos não certificados pela Anatel.

Caso o celular tenha sido roubado, furtado ou extraviado o próprio assinante pode impedir o uso do aparelho no Brasil e em outros países.

O consumidor vítima de furto deve procurar uma delegacia de polícia levando o número do celular e do IMEI.

IMEI é um código composto por 15 números, registrado no celular.

O código atesta a autenticidade do equipamento, permitindo que um aparelho roubado possa ser bloqueado em qualquer país.