Cerca de 36 milhões de segurados do INSS devem realizar prova de vida

Procedimento serve para evitar fraudes e garante que o pagamento não seja bloqueado.

audio/mpeg 21-05-2021_BOLETIM_PROVA DE VIDA .mp3 — 1196 KB

Duração: 51s




Transcrição

Cerca de 36 milhões de beneficiários do INSS, Instituto Nacional do Seguro Social, devem realizar a prova de vida anualmente para continuar a receber seus benefícios.

O procedimento serve para evitar fraudes e garante que o pagamento não seja bloqueado. A pessoa deve fazer a prova de vida diretamente no banco onde recebe o seu benefício.

Desde de março de 2020, a rotina de bloqueio do pagamento, suspensão e cessação do benefício pela falta de prova de vida está suspensa, mas o procedimento não parou.

As instituições financeiras continuam com o trabalho e, agora, passaram a oferecer a prova de vida por biometria facial para os beneficiários, usando as bases de biometria do Denatran, da CNH digital, e do Tribunal Superior Eleitoral.

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília