Exército em Amambaí, Mato Grosso do Sul, cria oportunidade para agricultores familiares

A Chamada pública aberta para a compra de frutas, verduras e legumes visa abastecer parte da demanda do Regimento de Cavalaria Mecanizado do Exército Brasileiro no município sul-matogrossense.

audio/mpeg 21-06-19 - Chamada pública de Batalhão Amambaí no Mato Grosso do Sul.mp3 — 2978 KB

Duração: 2m06s




Transcrição

LOC: O 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado do Exército Brasileiro em Amambaí, no Mato Grosso do Sul, está com chamada pública aberta para a compra de frutas, verduras e legumes.  Os produtos vão abastecer parte da demanda de alimentos da unidade militar. No total, o batalhão deve comprar 81 mil reais da agricultura familiar. As propostas e os documentos das cooperativas que desejarem participar devem ser entregues na sede da unidade até 28 de junho.

O procedimento será realizado por meio da modalidade Compra Institucional, do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA. Por lei, ao menos trinta por cento dos produtos obtidos para alimentação nas instituições públicas federais devem vir da agricultura familiar.

A coordenadora de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério da Cidadania, Hetel Santos, comenta sobre o crescente volume de instituições distantes da capital, Campo Grande, interessadas nos artigos produzidos pela agricultura familiar.

SONORA COORDENADORA HETEL SANTOS

LOC: Para acompanhar as chamadas públicas abertas em todo o país, basta acessar o portal comprasagriculturafamiliar.gov.br. Na modalidade Compra Institucional do PAA, o agricultor pode vender até vinte mil reais, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de seis milhões de reais por ano, por órgão comprador.

Reportagem: André Luiz Gomes.