Hospital Universitário de Brasília analisa impacto psicológico da pandemia em profissionais da saúde

Estudo pretende identificar a ocorrência de quadros de ansiedade, insônia e depressão em médicos residentes do hospital.

audio/mpeg 22-07-2020_BOLETIM_PESQUISA PROFISSIONAIS DA SAÚDE.mp3 — 2014 KB

Duração: 1m56s




Transcrição

Pesquisa do Hospital Universitário de Brasília analisa impacto psicológico do enfrentamento à covid-19 em profissionais da saúde.

 

 

Estudo pretende identificar a ocorrência de quadros de ansiedade, insônia e depressão em médicos residentes do hospital.

 

 

Na linha de frente do combate à covid-19, os profissionais da saúde lidam diariamente com trabalho exaustivo por uma série de fatores, seja por sobrecarga de atendimentos, estresse, esgotamento físico ou risco de contaminação. 

 

Essa rotina tão intensa pode, no entanto, ter consequências para o bem-estar psicológico desses trabalhadores.    

 

 

Os Pesquisadores da área de psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília e do Hospital Universitário de Brasília desenvolveram um estudo para analisar o impacto do trabalho de enfrentamento à covid-19 na saúde mental dos profissionais da saúde. 

 

Eles avaliaram o comportamento de médicos residentes que estiveram envolvidos, entre os meses de abril e junho, no atendimento de pacientes com suspeita da doença, com o objetivo de identificar possíveis quadros de insônia, depressão e ansiedade. 

 

 De acordo com o professor de psiquiatria Lucas Brito, que integra o grupo de pesquisadores, o medo intenso de se infectar, de contaminar entes queridos e de serem estigmatizados como transmissores da doença por parte da população são fatores que aumentam os níveis de estresse desses profissionais. 

 

As informações levantadas até então mostram também que 25% dos médicos residentes que responderam à pesquisa afirmaram já ter cogitado trocar de especialidade devido à pandemia. 

 

E, ainda, 91,7% confessaram não ter esperança de que a situação melhore no próximo mês. 

 

 

Outras informações estão disponíveis no site mec.gov.br