Contribuintes podem destinar até 6% do IR a fundos sociais

Os contribuintes que optarem por preencher a Declaração do Imposto de Renda no modelo completo, cujo prazo de entrega vai até o dia 29 de abril, vão poder destinar o percentual do imposto devido ou do imposto a restituir, para causas sociais ligadas às crianças e adolescentes e também aos idosos.

audio/mpeg 23-03-22 - E NOTICIA - LANA CRISTINA - IR 2022 FUNDO SOCIAIS 1M30S.mp3 — 1672 KB

Duração: 1'30"




Transcrição

Os contribuintes que optarem por preencher a Declaração do Imposto de Renda no modelo completo, cujo prazo de entrega vai até o dia 29 de abril, vão poder destinar até 6% do imposto devido ou do imposto a restituir, para causas sociais ligadas às crianças e adolescentes e também aos idosos.

O passo a passo para fazer essa destinação começa primeiro escolhendo a tributação por deduções legais, popularmente conhecida como declaração no modelo completo.

O contribuinte deve preencher toda a declaração, inclusive a ficha "Doações efetuadas", caso tenha feito alguma destinação ao longo de 2021. Depois, basta ir à ficha "Doações Diretamente na Declaração" e escolher uma das opçõeS.

Na tela que se abre, o contribuinte escolhe o quanto vai destinar e para qual o fundo irá o recurso, se da criança e do adolescente, ou se será para um fundo do idoso. Podem ser selecionados vários fundos ou apenas um.

Se houver imposto a pagar, o contribuinte, depois de transmitir a declaração, precisar imprimir o Darf relativo ao pagamento do imposto e também o Darf da destinação de recursos a um dos fundos. O valor destinado será abatido do imposto devido.

E se o contribuinte tiver imposto a restituir, o valor que escolheu repassar a um desses fundos será somado à sua restituição e devolvido com atualização pela Taxa Selic em um dos lotes de restituição do IRPF 2022.

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília