Governo Federal reconhece situação de emergência em 31 cidades

Eles receberem o reconhecimento por causa de chuvas intensas, estiagem, seca e imundações. Situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres podem solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional.

audio/mpeg 23-05-22 - E NOTICIA - MARCIA DIAS - SITUACAO DE EMERGENCIA.mp3 — 1160 KB




Transcrição

O Governo Federal reconheceu a situação de emergência de 31 cidades atingidas por desastres naturais. Destas, 17 sofreram com estiagem e duas foram afetadas pela seca. O nome de todas as cidades foi publicado no Diário Oficial da União, desta segunda-feira.

 

Já a cidade de Arroio do Meio, no Rio Grande do Sul, teve a situação de emergência decretada por causa do aumento da quantidade de mosquitos Aedes aegypti, que causa, entre outras doenças, a dengue.

 

Gentio do Ouro, na Bahia, e Divinolândia de Minas, em Minas Gerais, foram atingidos por fortes chuvas. Já as cidades de Senador José Porfírio, Gurupá, Cachoeira do Arari e Curuá, no Pará, e Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, foram afetadas por inundações.

 

Também tiveram a situação de emergência decretada os municípios de Formosa do Oeste e Juranda, no Paraná, que registraram queda de granizo, e Júlio de Castilhos, no Rio Grande do Sul, que foi atingido por vendavais.

 

Após a concessão da situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres podem solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional para atendimento à população afetada.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Márcia Dias.