Anvisa pede interdição e recolhimento de lotes de losartana

Medicamento é o mais usado para tratar hipertensão e insuficiência cardíaca. Medida foi tomada por causa da presença da impureza “azido” em concentração acima do limite de segurança aceitável.

audio/mpeg 23-06-2022 - E NOTICIA - ROBERTA LOPES_ LOSARTANA.mp3 — 2764 KB

Duração: 1'28"




Transcrição

Anvisa determinou, nesta quinta-feira, a interdição e o recolhimento de lotes de medicamentos com o princípio ativo losartana. A medida foi tomada por causa da presença da impureza “azido” em concentração acima do limite de segurança aceitável.

 

A losartana é usada para o tratamento da hipertensão e insuficiência cardíaca e é um dos medicamentos mais usados para esse fim.

 

A orientação da agência para as pessoas que tomam o medicamento é de não parar o tratamento e qualquer mudança de remédio deve ser feita com acompanhamento médico.

 

Segundo a Anvisa, as pessoas também podem entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor do laboratório para se informar sobre a troca do seu medicamento por um lote que não tenha sido afetado pelo recolhimento ou interdição.

 

A agência informou ainda que a medida preventiva foi adotada após a evolução do conhecimento sobre as impurezas e serve para adequar os produtos utilizados no Brasil aos limites técnicos previstos para a presença deste contaminante.

 

As impurezas azido são substâncias que podem surgir durante o processo de fabricação do insumo farmacêutico ativo e que tem potencial mutagênico.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Roberta Lopes.