Brasil terá primeiro teste rápido de hanseníase do mundo

Anúncio foi feito nesta terça-feira (25) pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

audio/mpeg 25-01-22 E NOTICIA TESTE HANSENIASE.mp3 — 1469 KB

Duração: 1m27s




Transcrição

O Brasil será o primeiro país do mundo a ofertar no sistema público de saúde um teste rápido para diagnóstico da hanseníase.

A novidade foi anunciada nesta terça-feira (25), durante o evento com participação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Atualmente, o exame para diagnóstico da hanseníase ainda é clínico, baseado na avaliação minuciosa do paciente, especialmente de pele e nervos periféricos.

O anúncio faz parte das ações alusivas ao Janeiro Roxo e ao Dia Mundial de Luta Contra a Hanseníase, que será no próximo domingo, dia 30 de janeiro.

Em 2022, o Ministério da Saúde deve investir cerca de 3 milhões e 700 mil reais na fabricação dos testes.

Os equipamentos serão distribuídas para 10 estados até o final de 2022.

A meta é alcançar as 27 unidades federativas até o final de 2023.

De 2016 a 2020, foram diagnosticados mais de 155 mil casos novos de hanseníase no Brasil.

Para evitar agravamento e sequelas, é fundamental iniciar o tratamento o mais rápido possível. Isso porque a doença atinge pessoas de ambos os sexos e de todas as faixas etárias, podendo apresentar evolução lenta e progressiva e, quando não tratada, pode causar deformidades e incapacidades físicas.

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Ana Pimenta