INCA inicia hoje programação para Dia Nacional de Combate ao Fumo

Serão divulgados hoje os dados constam do relatório Tratamento do Tabagismo no SUS Durante a Pandemia de Covid-19 – Resultados, elaborado pelo instituto.

audio/mpeg 25-08-21 - DILSON - COMBATE AO TABAGISMO - LS.mp3 — 2542 KB

Duração: 2m43s




Transcrição

A pandemia do novo coronavírus reduziu a procura pelo tratamento para deixar de fumar. Nos primeiros quatros meses  de 2020, houve queda de 37% nos atendimentos comparado ao mesmo período de 2019. Mas foi entre maio e agosto de 2020 que ocorreu a maior queda com uma redução de 75%. 

 

 

Esse intervalo de tempo foi marcado pelo agravamento da pandemia, com absorção total das unidades de saúde atendendo os casos de covid-19, além de ser um momento em que a população evitava sair de casa. 

 

 

 

Os dados constam do relatório Tratamento do Tabagismo no SUS Durante a Pandemia de Covid-19 – Resultados, elaborado pelo INCA, Instituto Nacional do Câncer. O documento será apresentado nesta quarta-feira (25) durante a cerimônia de abertura das comemorações do Dia Nacional de Combate ao Fumo 2021 celebrado em 29 de agosto. 

 

 

O tratamento do tabagismo é ofertado no SUS na Atenção Básica, centros de Atenção Psicossocial e Atenção Especializada. Nos três quadrimestres de 2020, a maior redução foi registrada nas unidades da Atenção Básica,  que são em maior número e porta de entrada para a população que necessita de cuidados à saúde, como parar de fumar.

 

 

Para reduzir esse impacto negativo, entre as medidas tomadas pelo Programa Nacional de Controle do Tabagismo, coordenado pelo INCA, estão cuidados a distância, com estímulo para uso de  ferramentas tecnológicas, como os aplicativos WhatsApp, Zoom, Skype e outros para teleatendimento, capacitação de cerca de 5.400 profissionais de saúde para tratamento ao fumante, fortalecendo não só a Atenção Básica sobrecarregada, mas também aos centros de Atenção Psicossocial e Atenção Especializada e o desenvolvimento de diversos materiais para apoiar a população, os fumantes e as equipes de Saúde, como notas técnicas, alertas, infográficos, cards e mini vídeos.

 

 

Na cerimônia haverá a participação, por vídeo, do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. O público também poderá conhecer ações do Programa Nacional de Controle do Tabagismo no âmbito da Atenção Primária à Saúde e detalhes da campanha do Dia Nacional de Combate ao Fumo deste ano.

 

 

Ainda no evento de abertura, está previsto o debate “A melhor escolha é não fumar” que vai reunir profissionais e gestores em Saúde para discutir ações que podem incentivar as pessoas a deixarem de fumar.

 

 

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília