Polícia Federal faz operação contra fraudes no Seguro Defeso

Pelos valores apurados até o momento, estima-se que a fraude atingiu R$ 70 milhões de reais.

audio/mpeg 26-09-19 - ROSAMELIA - OPERAÇAO TIMONEIRO - VAL 27-09.mp3 — 1719 KB

Duração: 1m13s




Transcrição

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (26/09), a terceira fase da Operação Timoneiro, que investiga fraudes envolvendo a concessão de Seguro Defeso.

 

Cerca de 40 policiais federais cumprem nove mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva nas cidades de Almeirim e Monte Dourado, no Pará, e em Laranjal do Jari, no Amapá, expedidos pela Justiça Federal de Caxias do Sul.

 

Os integrantes da organização criminosa investigados nesta fase formam o núcleo de fornecedores de dados cadastrais de potenciais recebedores do Seguro Defeso.

 

Com essas informações, servidores públicos que detinham acesso ao sistema de concessão do benefício incluíam as informações para que pessoas que não teriam direito passassem a receber o dinheiro do seguro defeso.

 

Pelos valores apurados até o momento, estima-se que a fraude atingiu R$ 70 milhões de reais.