Renovação de outorgas amplia acesso à informação para MA, MG e SC

Mudança no formato, segundo o governo, garante mais qualidade na transmissão, com menos ruído e mais economia para as estações de rádio.

audio/mpeg 26-10-21 - E NOTICIA - MARCIA DIAS. RADIOS FM.mp3 — 2503 KB

Duração: 1:20s




Transcrição

A população de municípios do Maranhão, Minas Gerais e Santa Catarina vai ter mais acesso à informação pelas ondas do rádio e diversidade na programação.

 

O Ministério das Comunicações renovou a outorga de cinco emissoras.


Uma delas opera no município mineiro de Araxá. Uma Portaria publicada pelo Ministério permite que a emissora execute o serviço de radiodifusão sonora em Frequência Modulada, FM.

 

Na cidade de Peritoró, no Maranhão, foi autorizada a execução do serviço de radiodifusão comunitária para uma nova associação de moradores da localidade. A outorga é válida por um prazo de dez anos.

 

Três emissoras dos municípios catarinenses de Joinville e Rio do Sul também receberam autorização para migrar de faixa de frequência AM para FM. A mudança no formato, segundo o governo, garante mais qualidade na transmissão, com menos ruído e mais economia para as estações de rádio.

 

Desde o início da transição, em 2013, o Ministério das Comunicações recebeu 1.655 demandas de rádios interessadas em migrar de AM para FM. Mais de 960 já receberam autorização para operar em frequência modulada. A meta da pasta é avaliar e efetivar todos os pedidos até 2022.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Márcia Dias