Brasil registra queda de 32% da taxa de mortalidade no trânsito

A taxa de mortalidade por lesão no trânsito, em 2018, foi de 4,8 óbitos por 100 mil habitantes. Já no ano de 2010, a mesma taxa era de 21,8 óbitos a cada grupo de 100 mil habitantes.

audio/mpeg 27-05-20 - É NOTÍCIA - TRANSITO - 1M04S - ADALTO - FINALIZADO.mp3 — 1013 KB

Duração: 1:04




Transcrição

A redução do número de óbitos por acidentes de trânsito, entre 2010 e 2018, foi de 32% em todo o país, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde.

 

A taxa de mortalidade por lesão no trânsito, em 2018, foi de 4,8 óbitos por 100 mil habitantes. Já no ano de 2010, a mesma taxa era de 21,8 óbitos a cada grupo de 100 mil habitantes.

 

Em 2019, o SUS registrou, em todo o Brasil, um aumento de 3% no número de acidentes que envolveram condutores, passageiros e pedestres que sofreram lesões no trânsito.

 

Os registros foram feitos no Sistema de Informações Hospitalares do SUS.

 

As lesões de trânsito representam grande impacto social e econômico, atingindo 3% do Produto Interno Bruto na maioria dos países.

 

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Adalto Gouveia