Conab distribui alimentos no estado do Amazonas

Comunidades tradicionais como pescadores, indígenas e extrativistas do estado do Amazonas estão recebendo cestas básicas mesmo com as cheias dos rios da região que isolam as populações.

audio/mpeg 28-05-2021_ BOLETIM_ CESTAS DE ALIMENTOS INDÍGENAS AM.mp3 — 2318 KB

Duração: 1m39s




Transcrição

Comunidades tradicionais como pescadores, indígenas e extrativistas do estado do Amazonas continuam recebendo cestas de alimentos distribuídas pela Conab, Companhia Nacional de Abastecimento, mesmo em tempos das cheias dos rios da região, que isolam essas populações. Este mês, mais de 4 mil cestas foram entregues.

Atalaia do Norte, no alto Solimões, município que fica a 1.100 km de Manaus, por exemplo, é um desses casos. A Conab está agilizando a contratação de transporte de embarcações antes que a região fique totalmente isolada pelas águas do rio Solimões.

A Conab colocou à disposição 276 cestas para a Funai, Fundação Nacional do Índio, fazer a entrega para as comunidades de Parque das Tribos, Grupo Clotilde, Aximã Açú, Beija Flor Vermelho e Mura Poranga, que sofrem com as cheias do rio Negro.

A Conab usa veículos próprios para levar, até a sede do ICMBio, em Novo Airão, 870 cestas para socorrer extrativistas de Rio Unini e do Baixo Brando Jauaperi, comunidades que ficam também próximas a Manaus.

Da mesma forma, foram beneficiados com 3.100 cestas os pescadores que vivem na região metropolitana da capital amazonense, com apoio da Secretaria de Produção do Amazonas.

A ação de distribuição de cestas feita pela Conab faz parte da parceria feita com o Ministério da Cidadania e está atendendo populações tradicionais de todas as regiões brasileiras.

Da Rede Nacional de Rádio em Brasília