Brasil é 44º em ranking sobre uso de defensivos agrícolas

Entre os países que utilizam mais defensivos que o Brasil, aparecem Países Baixos, Bélgica , Itália, Montenegro , Irlanda, Portugal, Suíça e Eslovênia.

audio/mpeg 28-06-19 - ROSAMELIA - USO AGROTOXICOS- VAL ATE 03-07.mp3 — 1283 KB

Duração: 54s




Transcrição

O Brasil aparece em 44º posição em um ranking da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) sobre uso de defensivos agrícolas.

 

Segundo os dados da entidade, o consumo relativo no país foi de 4 quilos e 310 gramas de defensivos por hectare cultivado em 2016.

Entre os países europeus que utilizam mais defensivos que o Brasil, aparecem Países Baixos (9,38 kg/ha), Bélgica (6,89 kg/ha), Itália (6,66 kg/ha), Montenegro (6,43 kg/ha), Irlanda (5,78 kg/ha), Portugal (5,63 kg/ha), Suíça (5,07 kg/ha) e Eslovênia (4,86 kg/ha).

Os números estão no banco de dados da FAO que fornece estatísticas de 245 países desde 1961 sobre alimentos e agricultura.

Sob o critério de consumo de defensivos em função da produção agrícola, o Brasil aparece em 58º lugar, com uso de 0,28 quilos de defensivo por tonelada de produtos agrícolas.

 

Nesse ranking, estão na frente do Brasil países como Portugal (0,66), Itália (0,44), Eslovênia (0,36), Espanha (0,35), Suíça (0,34), Países Baixos (0,29) e Grécia (0,30).