Doação de órgãos: campanha lembra importância de conversa com família

“Deixe todo mundo saber que você é um doador” é o tema da campanha de incentivo a doação de órgãos e tecidos lançada pelo Ministério da Saúde. O país tem atualmente uma fila de 53.218 pessoas aguardando um órgão. Em 2021, das mais de 2 mil famílias que viveram o difícil momento de perder alguém querido, 38% recusaram a doação de órgãos. e 61% disseram sim.

audio/mpeg 28-09-21 - E NOTICIA - CAMPANHA DE DOAÇÃO DE ÓRGÃOS 2m19s - FINALIZADO.mp3 — 3283 KB

Duração: 2m20s




Transcrição

“Deixe todo mundo saber que você é um doador” é o tema da campanha de incentivo a doação de órgãos e tecidos lançada pelo Ministério da Saúde.

O objetivo é conscientizar as pessoas de que uma conversa com os familiares, comunicando sobre o “sim” para doação de órgãos, pode transformar uma vida e significa o recomeço para milhares de pessoas que esperam por um transplante.

O país tem atualmente uma fila de 53 mil e 218 pessoas aguardando um órgão.

Em 2021, entre as mais de 2 mil famílias que viveram o difícil momento de perder alguém querido, 38% recusaram a doação de órgãos e 61% disseram sim.

O ministro da Saúde substituto, Rodrigo Cruz, destaca a importância de sensibilizar as pessoas sobre a importância da doação de órgãos. Lembrando a legislação brasileira, que determina que é a família quem dá a palavra final sobre a doação, Cruz disse que o primeiro passo é a pessoa se convencer de que pode ser doadora, e que deve comunicar isso à família.

Uma campanha publicitária será divulgada na TV, rádio, internet, redes sociais e outras mídias, para falar sobre a doação de órgãos. A mensagem é embalada pela voz da cantora Naiara Azevedo, que canta a música tema de incentivo aos doadores para que conversem com suas famílias e deixem claro se querem doar.

No SUS, Sistema Único de Saúde, são realizados transplantes de rim, córnea e medula óssea. A rede com 648 hospitais habilitados para o procedimento. São mais de 1,6 mil equipes de profissionais especializados. Nos últimos 20 anos, o sistema público brasileiro fez mais de 412 mil transplantes.

O Ministério da Saúde lançou também uma estratégia que aprimora a concessão de incentivo financeiro para ações de doação e transplantes nos hospitais que integram o Sistema Nacional de Transplantes. Com base em parâmetros como o nível de desempenho, a qualidade do atendimento, indicadores de segurança do paciente e acesso ao procedimento, os hospitais serão classificados e vão receber uma pontuação. Quem tiver mais pontos, receberá um percentual maior de recursos.


Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília, Dilson Santa Fé