Radares vão monitorar entrada de drogas pelas fronteiras

Ministério da Segurança Pública vai repassar R$140 milhões para compra e instalação dos equipamentos pela Força Aérea Brasileira (FAB)

audio/mpeg 28-11-18 - SUZETE CALDERON - RADARES.mp3 — 721 KB

Duração: 46s




Transcrição

As regiões de fronteira com o Paraguai e a Bolívia, nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, vão receber novos radares para monitorar a entrada de drogas e mercadorias ilegais no Brasil.

O Ministério da Segurança Pública vai repassar 140 milhões de reais para a compra e instalação dos equipamentos pela FAB, a Força Aérea Brasileira. Os radares vão detectar aeronaves ilegais voando a baixa altitude nas regiões de fronteira.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que o fechamento do espaço aéreo de baixa altitude será um ganho extraordinário no combate ao crime. Os radares devem entrar em operação no próximo ano.