Universitário ausente na prova do Enade 2019 fica impedido de obter diploma

Os estudantes inscritos na condição de concluintes regulares que não compareceram à prova do ENADE 2019, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, no último domingo, dia 24, e também não responderam ao Questionário do Estudante estão em situação irregular. Os dois requisitos são componentes obrigatórios para a obtenção do diploma da graduação. O INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, registrou a presença de 390 mil estudantes, número que corresponde a 89,6% dos inscritos pelas instituições de educação superior. O período de solicitação de dispensa de prova acontece entre 2 de janeiro de 2020 e 5 de fevereiro de 2020. No caso de dispensa de prova, por iniciativa das instituições de ensino superior, devido a compromissos acadêmicos vinculados ao curso avaliado pelo Enade, tais como uma atividade curricular e um intercâmbio acadêmico, as universidades devem apresentar uma declaração ou documento que comprove a participação do estudante na respectiva atividade. Já a regularização da situação do estudante que está habilitado e não foi inscrito pela instituição no período previsto no edital, ou não foi informado sobre sua inscrição no Enade, é feita pela própria instituição de ensino superior, por meio da Declaração de Responsabilidade. Ou, se ocorrer alguma situação que inviabilize a participação do estudante por omissão da instituição de ensino, a regularização deve ser feita por ação direta e exclusiva do coordenador de curso. Os pedidos precisam ser feitos pelo sistema Enade, no endereço enade.inep.gov.br O Enade 2019 avaliou mais de 8 mil cursos de 29 áreas de conhecimento.

audio/mpeg 28-11-19 - É NOTICIA - ENAD - MR.mp3 — 2776 KB