Anvisa orienta comunidade aeroportuária sobre medidas preventivas contra o coronavírus

Ações foram feitas nos aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, e em Guarulhos, São Paulo, que recebem mais passageiros com passaporte chinês

audio/mpeg 29-01-20 - AMERICA MELO - CORONA VÍRUS GALEÃO.mp3 — 2085 KB

Duração: 1m28s




Transcrição

A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, realizou nesta terça-feira (28/1), no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no Rio de Janeiro, uma reunião com as companhias aéreas, empresas que atuam no terminal, órgãos de saúde do estado e do município do Rio de Janeiro.

 

O objetivo da reunião foi orientar a comunidade aeroportuária sobre a intensificação dos procedimentos e medidas preventivas contra o coronavírus .

 

A reunião contou também com a presença de representantes da Receita Federal, da Polícia Federal e do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), órgãos federais que estão presentes no Galeão.

 

Durante o encontro, a coordenadora de Infraestrutura e Meio de Transporte em Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Agência, Viviane Vilela, reafirmou a importância do cumprimento dos planos de contingência já estabelecidos no aeroporto e os fluxos de atuação na ocorrência de algum caso suspeito, em função do risco aumentado.

 

O Galeão é o segundo aeroporto, depois de Guarulhos, em São Paulo, a receber mais passageiros com passaporte chinês.

 

As medidas são padronizadas para todos os aeroportos. Em 24 de janeiro, a Agência realizou uma reunião em Guarulhos, com o objetivo de sensibilizar a comunidade aeroportuária para a identificação e a comunicação de possíveis casos suspeitos do novo coronavírus.