Brasileiro vai presidir o Banco do Brics

Marcos Troyjo, atual secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, vai ocupar o cargo a partir de julho deste ano

audio/mpeg 29-05-2020_BOLETIM_BANCO BRICS.mp3 — 1366 KB

Duração: 58s




Transcrição

Brasileiro  vai presidir o Banco do Brics, bloco econômico que reúne O Brasil, China, Índia , Rússia e África do Sul. 

 

 

O Conselho de Governadores do Banco elegeu, por unanimidade, em reunião realizada nesta quarta-feira (27/5), o brasileiro Marcos Troyjo, atual secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, para a presidência da instituição pelos próximos cinco anos.

 

 

O banco conta com capital inicial de US$ 50 bilhões de dólares  e  capital autorizado de US$ 100 bilhões De dólares.

 

O principal objetivo da instituição  é apoiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável, públicos ou privados, nos BRICS e em outras economias emergentes.

 

A instituição financeira foi criada na reunião de cúpula do BRICS de Fortaleza, em 2014. O mandato do brasileiro terá início em julho próximo.