MS vai prorrogar a permanência de aproximadamente 2.900 profissionais que atuam pelo programa Mais Médicos

A iniciativa prevê a prorrogação automática do contrato que seria encerrado em abril.

audio/mpeg 30-03-21 - É NOTICIA - MAIS MEDICOS.mp3 — 1416 KB

Duração: 1m31s




Transcrição

O Ministério da Saúde vai prorrogar a permanência de aproximadamente 2.900 profissionais que atuam pelo programa Mais Médicos.

A iniciativa prevê a prorrogação automática do contrato que seria encerrado em abril.

Os profissionais vão poder permanecer à frente do atendimento à população, atuando no enfrentamento à Covid-19, além de reforçar os serviços da Atenção Primária em regiões que mais necessitam.

Os médicos que aceitarem a prorrogação poderão dar continuidade às atividades no mesmo município em que já estão alocados.

Para continuar  no programa, o médico precisa cumprir os seguintes requisitos: não ter vínculo de serviço com carga horária incompatível com as exigências do Mais Médicos; estar em situação regular nas ações de aperfeiçoamento referentes ao primeiro ano de participação no projeto; e realizar novas atividades de ensino, pesquisa e extensão em regiões prioritárias para o SUS.

O novo curso de aperfeiçoamento em outras modalidades de formação será ofertado por instituições de educação superior brasileiras vinculadas à UNA-SUS.

A lista dos profissionais médicos que poderão ter sua adesão prorrogada no programa será publicada no site maismedicos.gov.br

Da Rede Nacional de Rádio, em Brasília