Governo federal anuncia medidas para apoiar indígenas, quilombolas, ciganos e comunidades rurais

Até junho deste ano, serão gastos R$ 4,7 bilhões durante o período da pandemia da Covid 19

audio/mpeg 30-04-2020_BOLETIM_CESTAS BÁSICAS DISTRIBUIÇÃO POVOS INDÍGENAS.mp3 — 2257 KB

Duração: 1m35s




Transcrição

O Governo Federal anunciou a doação de mais de 323 mil cestas básicas para povos indígenas e quilombolas, por meio do Plano de Contingência para Pessoas Vulneráveis. 

 

 

Até junho deste ano, serão gastos R$ 4 bilhões e 700 milhões de reais na proteção e cuidados de povos e comunidades tradicionais durante o período da pandemia do Covid 19 .

 

Cerca de 162 mil famílias vão receber duas cestas básicas cada.

 

Além da doação de alimentos, estão sendo implementados 80 leitos em hospital de campanha em Boa Vista , Roraima , fornecidos equipamentos de prevenção para profissionais da saúde indígena e distribuídos mão de 6 mil testes rápidos de Covid-19 para os povos indígenas.

 

Estados e municípios também  vão receber R$ 1 bilhão e 500 milhões de reais  para custeio de merenda escolar para indígenas e quilombolas, e comunidades rurais.

 

A medida vai atender 40 milhões de estudantes. Dentre eles, 274 mil indígenas, 269  mil quilombolas e quase cinco milhões de estudantes do campo, incluindo todos os demais grupos de povos tradicionais.

 

Sobre o povo cigano, foram produzidos dois vídeos que  alertam  às lideranças sobre o período do deslocamento durante a pandemia do Covid 19.

 

O vídeo orienta esse grupo a evitar sair dos locais onde se encontram nesse período de pandemia.