Mapa publica instrução normativa que proíbe uso de vacinas contra febre aftosa

A Instrução Normativa também abrange o Bloco I do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa composto pelos estados do Acre e de Rondônia e por alguns municípios e parte de municípios do Amazonas e de Mato Grosso.

audio/mpeg 30-04 - É NOTÍCIA - 1M03 - FINALIZADO - VACINAÇÃO FEBRE AFTOSA SUSPENSA NO RS AC E RO.mp3 — 990 KB

Duração: 1:03s




Transcrição

Foi publicado nessa quinta-feira, dia 29, no Diário Oficial da União, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) a Instrução Normativa que proíbe a manutenção, comercialização e o uso de vacinas contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul.

 

 

A Instrução Normativa também abrange o Bloco I do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa composto pelos estados do Acre e de Rondônia e por alguns municípios e parte de municípios do Amazonas e de Mato Grosso.

 

 

Essa nova área junta-se ao estado do Paraná no projeto de ampliação de zonas livres de febre aftosa sem vacinação no país, após atendidas as premissas e ações do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa.

 

A decisão conta com apoio e participação dos setores público e privado nos estados envolvidos.