Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda já evitou quase 11 milhões e 700 mil demissões

O programa, lançado para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, manteve o funcionamento de 1 milhão 348 mil 733

audio/mpeg 30-06-2020_BOLETIM_PRESERVAÇÃO EMPREGO.mp3 — 1822 KB

Duração: 1m17s




Transcrição

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda já evitou quase 11 milhões e 700 mil demissões no país, segundo dados divulgados pelo ministério da Economia.

 

O programa manteve o funcionamento de 1 milhão 348 mil 733  empresas. O Governo Federal já destinou R$ 17 bilhões e 400 milhões de reais ao beneficio.

 

Dos acordos firmados de abril a junho, cerca de 5 milhões 423  mil foram de suspensão de contrato de trabalho; 1 milhão 706  mil  para redução de 25% do salário; 2 milhões 144 mil , para a redução de 50%; e de 2 milhões 256  mil para redução de  70% do salário dos trabalhadores.

 

O programa Bem permite, o pagamento do benefício quando houver acordo entre empregador e empregado para redução proporcional da jornada e salário ou a suspensão temporária do contrato de trabalho.  

 

 

O valor é calculado a partir do que o trabalhador teria direito a receber como parcela do Seguro-Desemprego, com base no acordo firmado e na média dos últimos três salários.