Ministério da Economia e Sebrae incentivam motoristas de aplicativo a aderirem ao Microempreendedor Individual

Processo de inscrição do MEI é realizado de forma simplificada, eletrônica e gratuita e traz vários benefícios para o motorista de aplicativo

application/octet-stream 30-08-19 - ROSAMELIA - MOTORISTA DE APLICATIVOS - VAL 03-09 .mp3.sfk — 37 KB

Duração: 1m50s




Transcrição

O Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, e o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, recebem, nesta sexta-feira em São Paulo, o primeiro Microempreendedor Individual do país na categoria motorista de aplicativo.

 

O motorista Marcelo Pereira de Souza aderiu 17 minutos após a inclusão da ocupação no Portal do Empreendedor.

 

O processo de inscrição do MEI é realizado de forma simplificada, eletrônica e gratuita.

 

 

Durante o encontro, os gestores, os representantes de empresas e o motorista Marcelo Pereira de Souza, abordam os benefícios da formalização.

 

Ao se tornar um MEI, o motorista tem vantagens, como a cobertura previdenciária e emissão de nota fiscal.

 

Os motoristas de aplicativos estão descritos na categoria de outros transportes rodoviários de passageiros não especificados.

 

Com isso, como MEI, o profissional VAI garantir a cobertura da Previdência Social com auxílio-doença, aposentadoria por idade ou invalidez e auxílio-maternidade, entre outros.

 

Ao se tornar um Microempreendedor Individual, os profissionais vão pagar mensalmente um imposto fixo de R$ 54 reais e abrir conta corrente empresarial. O faturamento máximo da categoria é de R$ 81 mil reais por ano , o que equivale a R$ 6 mil 750 reais por mês.