Governo federal habilitou 11.302 leitos de UTI para pacientes graves da Covid-19 desde maio

Governo investiu R$ 1,6 bilhão pago em parcela única, para que estados e municípios façam o custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia

audio/mpeg 31-07-20 - ADALTO GOUVEIA LEITOS UTI COVID.mp3 — 902 KB

Duração: 1m16s




Transcrição

O Ministério da Saúde já habilitou, desde maio, 11.302 leitos de UTI exclusivos  para tratar de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus em todo o Brasil. 

 

Desse total, 247 são leitos de UTI pediátricos. Ao todo, o Governo Federal já investiu R$ 1  bilhão 600 milhões reais pagos em parcela única, para que estados e municípios façam o custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia. 

 

Cada leito para Covid-19 recebe o dobro do valor normal do custeio diário para leitos de UTI, passando de R$ 800 para R$ mil e seiscentos reais. 

 

Os gestores dos estados e municípios contemplados recebem o valor antes mesmo da ocupação do leito. 

 

 

A medida fortalece o Sistema Único de Saúde e leva atendimento para todos os estados brasileiros, incluindo capitais, municípios maiores e, especialmente, pessoas menos protegidas no interior do país.