Quem recebe o Benefício de Prestação Continuada deve se cadastrar no Cadastro Único

O registro é obrigatório e o prazo termina no dia 31 de dezembro

audio/mpeg 31-10-18 - ROSAMELIA - BPC - VAL - 30-12.mp3 — 1576 KB

Duração: 1m40s




Transcrição

Para continuar recebendo o BPC, o Benefício de Prestação Continuada , mais de 1 milhão e 700 mil idosos e pessoas com deficiência devem fazer a inscrição no Cadastro Único, que dá acesso a programas sociais do governo federal.

 

O registro é obrigatório e o prazo termina no dia 31 de dezembro. Até o momento, mais de dois milhões e 800 mil pessoas já registraram as informações junto ao governo.

 

Para se inscrever, os dependentes do BPC devem procurar os Cras, Centros de Referência de Assistência Social ou a secretaria de assistência social do município.


É necessário ter em mãos o CPF, o registro geral e o comprovante de residência.

 

Em caso de dificuldade de deslocamento, o responsável familiar pode fazer a inscrição, desde que tenha em mãos os documentos de todas as pessoas que moram com o beneficiário.

 

O BPC tem o valor de um salário mínimo e é pago mensalmente a idosos acima de 65 anos, que não tenham o tempo mínimo de contribuição previdenciária para se aposentar, e a pessoas com deficiência que possuem renda familiar de até 238 reais.

O benefício assistencial foi instituído pela Constituição Federal de 1988.