04/09 – Em 1850, o tráfico negreiro passava a ser proibido no Brasil com a promulgação da Lei Eusebio de Queiroz

Durante mais de três séculos, homens, mulheres e crianças da África foram transportadas em porões de navios como e submetidos ao trabalho escravo do Brasil. Muitos morriam na travessia e eram lançados ao mar. Historiadores estimam que 3,6 milhões africanos foram importados como mercadoria no período. Até que a Lei Eusébio de Queiroz, em vigor desde 4 de setembro de 1850, determinou o fim do tráfico negreiro no Brasil Imperial. A Lei Áurea, banindo o trabalho escravo no país, só seria assinada quase 40 anos depois.

audio/mpeg 04-09-20 - História Hoje - Lei Eusebio de Queiroz.mp3 — 3175 KB

Duração: 3m23s




Transcrição

Apresentação: Luciano Barroso
Redação: Beatriz Evaristo
Sonoplastia: Messias Melo