Em 1959, o Dalai-lama se exilava na Índia depois da ocupação do Tibet pela China

Seu nome é Tenzin Gyatso. Ele é o 14º Dalai-lama, o líder espiritual e chefe de Estado do Tibet, missão que exerce desde a província indiana de Himachal Pradesh. É um exílio ao qual ele se impôs, no dia 17 de março de 1959, depois da ocupação de seu país pelos chineses. Considerado a própria representação de Buda, o Dalai-lama começou a lutar pelos direitos humanos no Tibet em 1967 fazendo uma peregrinação pelo mundo. E, em 1987, elaborou um plano de paz pela libertação de seu país, que foi recusado pelo governo chinês. Sua iniciativa rendeu a ele, em 1989, o prêmio Nobel da Paz.

audio/mpeg 17-03-21 - História Hoje - Dalai Lama.mp3 — 2009 KB

Duração: 2m08s